You are currently viewing Postectomia ou cirurgia da fimose: tudo que você precisa saber<span class="wtr-time-wrap after-title">Tempo estimado de leitura: <span class="wtr-time-number">3</span> minutos</span>

Postectomia ou cirurgia da fimose: tudo que você precisa saberTempo estimado de leitura: 3 minutos

Você já ouviu falar em postectomia? Sabe quando e por quê ela é indicada? No post de hoje conto tudo sobre esse assunto!

Se você é mãe de menino já deve ter ouvido falar em fimose. A condição diz respeito ao estreitamento total ou parcial do prepúcio, a “pelinha” que recobre a cabeça do pênis.

Isso acontece porque durante os primeiros meses de vida, assim como todos os outros sistemas e órgãos do corpo, o pênis ainda está se desenvolvendo e é comum que até que as crianças completem 3 anos de idade a aderência já tenha se normlizado gradualmente, pela ação do próprio organismo.

Se isso não acontecer, existe uma cirurgia chamada postectomia que corrige esse quadro.

Como saber se meu filho precisa da postectomia?

postectomia

A primeira verificação da presença da fimose é feita no bebê recém-nascido, mas faz parte de todas as consultas com o pediatra até os 5 anos. Nós, pais, também podemos desconfiar de fimose quando, ao dar banho na criança e tentar expor a cabecinha do pênis não conseguirmos. E, se tentarmos “forçar” um pouco, a criança reclamar. 

Se isso acontecer você pode levar a queixa ao pediatra e ele vai indicar o melhor tratamento. 

Quando a postectomia é indicada?

Dependendo do quadro, o médico pode indicar o tratamento conservador, que consiste na aplicação de uma pomada ou loção cremosa com corticóides por um período que pode variar de 20 a 30 dias.

Caso o prepúcio não recue durante a primeira infância, pediatras e urologistas indicam a postectomia. É ideal que seja realizado antes dos 7 anos de idade porque quanto mais tarde, mais dolorida e chatinha pode ser a recuperação.

É uma cirurgia simples, permitindo que a criança seja liberada do hospital no mesmo dia. Caso não haja nenhuma complicação, é indicado o repouso por quatro dias para que a criança esteja apta para retomar a rotina. É normal que haja dificuldade para urinar num primeiro momento, mas esse desconforto é passageiro.

Como é o pós-operatório?

A respeito dos cuidados pós-operatórios, o curativo deve ser retirado 24 horas após o procedimento. Deve-se limpar a ferida cirúrgica diariamente e utilizar medicações conforme receita médica. 

Deve-se evitar maiores esforços nos primeiros dias, permitindo retorno às atividades físicas numa média de 20 dias ou até cicatrizar completamente.

Eu gravei um vídeo onde conto como foi a nossa experiência aqui em casa com a constatação da fimose no Gustavo e recuperação da cirurgia do Gustavo, que fez a postectomia com 5 anos e também dou algumas informações e dicas de como lidar com esse momento. Clique aqui para assistir.

De mãe em mãe, construiremos um novo maternar!

Referência

Sociedade de Pediatria de São Paulo. Fimose: quando a cirurgia é indicada? Documento eletrônico. 2020. Disponível em: <https://www.spsp.org.br/PDF/SPSP-DC-Cirurgia%20Pedi%C3%A1trica-13.11.2020.pdf>. Acessado em: dezembro de 2021.

Deixe um comentário

Fechar Menu