You are currently viewing Criança seletiva: checklist para estimular a aceitação<span class="wtr-time-wrap after-title">Tempo estimado de leitura: <span class="wtr-time-number">2</span> minutos</span>

Criança seletiva: checklist para estimular a aceitaçãoTempo estimado de leitura: 2 minutos

Esse checklist pode ajudar com a criança seletiva.

A recusa alimentar é comum nas crianças entre os 2 e os 6 anos de idade, e por isso os pais estão habituados a cenas como fazer birras, demorar a comer, tentar negociar o alimento que será consumido, levantar da mesa durante a refeição e beliscar ao longo do dia.

Criança seletiva

🔲 Na introdução alimentar: ofereça para a criança seletiva os alimentos separados, sem liquidificar e sem pressão por quantidade

🔲 Repita a oferta de alimentos não aceitos alterando a textura e forma de apresentação

🔲 Leve a criança nas compras de supermercado e hortifruti, mostre os alimentos, o nome, de onde vem e qual a função no organismo. Tem adulto que não sabe o formato de um nabo, como vc vai oferecer algo pra criança que ela não conhece como é in natura?

🔲 Seja exemplo, coloque o alimento no prato da criança, mesmo que ela não coma e não force ela para isso, mas coma você na frente dela, várias e várias vezes

🔲 Enriqueça algumas preparações, como cenoura e abóbora no feijão, carne moída com seleta de legumes, purê de legumes, bolinho de espinafre, torta de escarola, molho ao sugo com legumes, entre outras. Para a criança maior de 2 anos que não come nada de legumes e verduras, um bom caminho é começar pelas receitas elaboradas que levam esses alimentos, antes de oferecer separado. É um processo.

🔲 Defina o cardápio junto com a criança seletiva e convide ela para a cozinha para te ajudar a preparar. Envolva a criança no processo do preparo das refeições

🔲 Deixe a criança explorar o alimento, com a mão, com a colher, estimule a autonomia

🔲 Não substitua a refeição por mamadeira com leite

🔲 Defina horários para refeições e não troque a aceitação da refeição por recompensas

🔲 Respeite a saciedade da criança;

🔲 Tenha paciência, é um processo, como mencionei nos stories, é como um casamento e não acontece do dia para noite

LEIA MAIS

Agora se você já tentou tudo isso, várias vezes, estimulando a aceitação e não houve melhora, talvez seja hora de buscar ajuda profissional.

Tenho postado minha rotina lá no Instagram, me segue para ficar por dentro de tudo em tempo real! É @gibelarmino_.

Procure uma equipe multiprofissional composta por: nutricionista, fonoaudióloga, endocrinologista e, inclusive, otorrinolaringologista para avaliar se há alguma alteração mecânica, hormonal ou fisiológica que possa estar inferindo nesse processo.

Espero que esse conteúdo te ajude! De mãe em mãe, construiremos um novo maternar!

Deixe um comentário

Fechar Menu