You are currently viewing Enxoval do bebê: quais itens são indispensáveis?<span class="wtr-time-wrap after-title">Tempo estimado de leitura: <span class="wtr-time-number">6</span> minutos</span>

Enxoval do bebê: quais itens são indispensáveis?Tempo estimado de leitura: 6 minutos

Enxoval do bebê: quais itens são indispensáveis?

Com foco na praticidade e com a minha experiência após o enxoval do Gu e do Muri, trouxe hoje alguns itens indispensáveis para o enxoval do bebê, que a criança e os pais vão precisar, sem gastar em excesso nem passar nenhum aperto. Vamos lá?

Itens indispensáveis para o enxoval do bebê

1- Roupas

No Brasil sabemos que a principal diferença é entre verão e inverno, e a estação em que seu filho vai nascer é o primeiro item a se considerar quando for comprar as roupas do enxoval. Se for no verão, dê preferência às roupinhas mais leves em tamanho menor e opte por poucas peças de frio. Já se seu filho nascer no inverno, invista em roupas menores de frio e calcule mais ou menos quantos meses ele terá quando chegar o verão e compre mais roupas de calor para aquela idade. 

Outro ponto que causa muita dúvida: tamanho. Evite comprar muitas peças no tamanho RN, para recém-nascidos, porque algumas crianças nascem maiores e podem nem chegar a usá-las ou usar muito pouco.

Na área de downloads do site tem um checklist com as quantidades de cada peça de roupa que você vai precisar de acordo com a estação que seu bebê nascer para uso de 0 a 3 meses. Vou deixar o link abaixo para você baixar, imprimir e ter sempre a mão quando for montar seu enxoval.

Checklist de roupas para enxoval de bebê

Como eu fiz: comprei as peças de acordo com esse checklist e conforme eles foram crescendo e considerando o que eles foram ganhando de presente, eu só comprava o que eles precisavam. 

Vale a pena só investir em look mais estiloso quando tiver um evento marcado para usar, porque no dia a dia você vai priorizar roupas mais confortáveis e não vale a pena comprar para guardar porque a chance de perder é muito grande. 

2- Móveis

Para quem vai montar o quarto do bebê durante a gestação, vale pensar no longo prazo e ter móveis que possam ser usados quando seu filho crescer — como um guarda-roupa em vez da cômoda, berço que vira cama, cadeira de amamentação que combine com a sua sala, etc. 

  • Berço ou cama: o berço traz mais segurança, mas é usado por pouco tempo. Por isso, aqui vale a pena investir em bercinho que vira cama, você consegue usar por muitos anos (o Gu usou até 4 anos). A cama montessoriana dura mais, porém, não é tão ergonômica. Então, entenda o que traz mais tranquilidade para a sua família;
  • Carrinho: compacto que cabe em qualquer porta-malas, fácil abertura e fechamento (se possível com uma mão), que tenha inclinação total para sonecas, capota reversível e cesto para bagagem;
  • Cômoda: A cômoda pode ter um custo mais em conta, mas se você puder investir em um guarda-roupa desde o início, você evita ter que trocar depois;
  • Banheira: eu gosto de banheira com suporte no quarto, se tiver espaço. O tempo de uso vai depender da criança. Com o Gu usei até 2 anos, com o Muri 9 meses e isso dependeu da personalidade deles, Gu mais cauteloso e nunca molhou nada, com o Muri parecia que eu estava na piscina, eu saia molhada e o quarto ensopado, logo precisei passar para o chuveiro. No chuveiro, usei banheira inflável e deu super certo para ele;
  • Cadeira de amamentação: Eu acho meio bobagem, tive na gestação do Gu e não usei. Na prática, amamenta no sofá, na sua cama, em pé, comendo, nem sempre dá pra sentar na cadeira. Então não comprei na gestação do Muri e deu certo. Mas, se você quiser investir em uma, você pode escolher uma que fique bem com a decoração da sua sala depois dessa fase;
  • Cadeira de alimentação: gosto dos modelos portáteis porque carrego para todos os cantos, consigo desacoplar a mesa de apoio e colocar a criança com a família e aproveitar a cadeira por muito mais tempo. Opte por uma cadeira sem tecido, sem cantinhos para acumular sujeira e de fácil higienização porquê a bagunça será grande. Nesse post aqui eu contei tudo sobre como escolher a cadeira de alimentação perfeita e mostrei alguns modelos que atendem todos os requisitos que eu considero importantes. 

3- Acessórios

  • Termômetro de testa; 
  • Esterilizador de microondas; 
  • Aspirador nasal; 
  • Nebulizador; 
  • Babá eletrônica;
  • Bomba extratora de leite materno;
  • Colher de silicone para introdução alimentar;
  • Prato com divisória para introdução alimentar;
  • Bowl e vaporeira para introdução alimentar;
  • Cadeira de balanço, tapete de atividade: o uso será por pouco tempo, mas é de grande ajuda. Por isso vale a pena tentar comprar esses itens de desapego ou alugar. 
  • Cercado: tive com os dois, mas quase não usei, eles não paravam lá de jeito nenhum. O que funcionou para mim foi colocar tapetes de EVA no chão e deixar o ambiente seguro para a criança explorar.
  • Sling e canguru: Tentei utilizar vários modelos, mas como sempre dirigi e andei mais de carro, não teve muita função para mim. Mas se você anda pé com o bebê, tem parques e praças perto de casa, talvez seja interessante; 
  • Mochila e bolsa térmica: Mochila com várias divisões para uma organização prática das coisas do bebê, de cor neutra e que combine com o estilo da mãe e do pai, porque vocês carregarão esse item para todo canto por muito tempo. Comprar a bolsa com estampas infantis e combinando com o enxoval do bebê pode fazer com que você enjoe rápido. 

3- Vacinas

Sim, você leu certo. Eu sempre costumo dizer que investir em vacina é o item mais importante do enxoval do bebê. Tenho alguns posts no site explicando a importância das vacinas no primeiro ano do bebê, as diferenças entre as vacinas particulares e de posto, porque é importante deixar esse dinheiro reservado no primeiro ano e quanto custa em média. 

Vacina para crianças: posto de saúde ou clínica particular?

Calendário de vacinas do bebê de 0 a 24 meses

Calendário de vacinas de 2 a 10 anos

As vacinas vão proteger seu filho de doenças sérias para toda a vida e são, na minha opinião, o item mais importante do enxoval. Se você puder planejar um filho e tiver condições de guardar esse dinheiro e reservar para a vacina, eu recomendo fortemente. 

Compartilhei aqui o que funcionou comigo com os dois bebês e espero que essa lista ajude no seu planejamento consciente também, sempre considerando seu contexto de vida.

De mãe em mãe, construiremos um novo maternar!

Deixe um comentário

Fechar Menu