You are currently viewing Bebê com sono mas não dorme? Confira 5 dicas para reverter a situação<span class="wtr-time-wrap after-title">Tempo estimado de leitura: <span class="wtr-time-number">5</span> minutos</span>

Bebê com sono mas não dorme? Confira 5 dicas para reverter a situaçãoTempo estimado de leitura: 5 minutos

Duas frases muito comuns de escutar de quem tem filhos é “está cansado, mas está brigando com o sono!” “vejo meu bebê com sono mas não dorme”. Se identificou?

Já expliquei nesse post aqui que o sono dos bebês têm o mesmo padrão dos adultos, e que cabe a nós ensiná-los essa rotina de dia-noite.

Bebê com sono mas não dorme

O primeiro passo para ensinar seu filho a dormir bem, é identificar a janela de sono da idade dele, saber quanto tempo ele fica acordado vai te ajudar a perceber quando ele precisa descansar. Mas, o que acontece com frequência é que muitos pais até sabem identificar quando o bebê está com sono, mas ele não dorme.

Por isso, no post de hoje, trago algumas dicas para te ajudar a aplicar uma rotina de sono para te ajudar a reverter essa situação.

1. Conhecer os saltos de desenvolvimento

Os saltos de crescimento são marcos importantes em que os bebês aprendem coisas novas e também podem ser momentos delicados para o bebê.

Aprender a engatinhar, a andar e a falar são coisas que exigem muito do cérebro e do corpo dos pequenos, e que podem levar à regressão do sono. A regressão do sono é uma incômoda mudança na rotina de sono do seu bebê, e que é desencadeada por algum fatores externos como mudança de casa, de rotina, escola, ou fatores de desenvolvimento como os saltos ou nascimento dos dentes.

Entender se a criança está em um salto de desenvolvimento via te ajudar a ficar tranquila e entender que essa mudança na rotina do sono é passageira. Geralmente quando termina o salto a criança melhora.

2. Estabeleça uma rotina

Rotinas são importantes para os pequenos, e na hora de dormir não é diferente. Manter um padrão de comportamento pode ajudar nessa fase, assim como transmitir a segurança que seu filho precisa.

O método C.A.S.T. é uma proposta de como organizar as atividades do bebê de acordo com a janela de sono para cada idade.

C – Comida: amamente seu bebê

A – Atividade: depois da mamada você pode trocá-lo, dar banho, conversar, brincar, falar mais alto, deixar o ambiente iluminado. Nesse momento após a mamada sinalize para ele que não é hora de dormir. Você pode fazer isso sem muita imposição, de forma gentil e sinalizando uma ordem de acontecimento, parece simples, mas isso vai ajudar o bebê a não associar a mamada ao sono e isso ajudará no sono noturno.

S – Soneca: O tempo de atividade de 0 a 3 meses é de 30 a 40 minutos. Esse é o tempo que o bebê passa acordado entre uma soneca e outra, o que chamamos de janela do sono. Então depois desse tempo comece a sinalizar que é hora da soneca, deixando o ambiente mais tranquilo e coloque-o para dormir, sem mamar.

T – Tempo para você enquanto o bebê dorme: enquanto o bebê dorme é o momento que você vai cuidar de você, tomar um banho, descansar também. Deixar a comida e as tarefas da casa já pré-organizadas e delegadas antes do bebê nascer vai te ajudar a aproveitar esse momento realmente para você.

3. Evite deixar a criança agitada no meio da noite

Apesar de algumas necessidades precisarem ser satisfeitas no meio da noite (como trocar a fralda e amamentar), uma sugestão é mostrar ao bebê que aquele não é momento para brincadeiras. Pode ser uma boa utilizar somente iluminação noturna e não estimular a criança com brincadeiras e distrações. Mostrar que você está ali e tocá-lo podem fazer com que ele volte a dormir depois de alguns minutos.

4- Fique atento ao ambiente

Uma sugestão que pode ser fundamental é verificar como está o ambiente em que seu bebê vai dormir. Será que o quarto está muito frio ou muito quente? O ambiente está tranquilo e silencioso? Parece simples, mas na verdade é algo indispensável para uma boa noite de sono ou para aquela soneca da tarde.

Tenha cuidado com alguns fatores de risco da síndrome da morte súbita infantil. Expliquei bem detalhadamente nesse post quais são esses fatores.

Evite tudo o que for estimulante, como telas (celulares e tablet), na cama ou perto da criança na hora de dormir.

5. Cochilos durante o dia

Respeite as sonecas diurnas do bebê. Elas são fundamentais para um bom sono noturno. As sonecas diurnas precisam ser respeitadas enquanto o bebê tiver essa necessidade, de acordo com a janela de sono de cada idade. Você vai identificar essa fase quando o sono diurno começar a prejudicar o noturno. Aqui em casa, o Gustavo e Murilo fizeram soneca diurna até 2 anos.

É frequente a crença de que, se reduzir o tempo da soneca do dia, o bebê “terá mais sono à noite”. O resultado disso é um bebê mais irritado e com dificuldade de iniciar e manter o sono noturno. Mas claro, essa soneca tem que ser até no máximo 17h, a soneca após esse horário, provavelmente, prejudicará o sono noturno do seu filho.

Mães, pais e cuidadores geralmente ficam muito ansiosos nesses períodos de transição e mudanças por não entenderem muito bem o que está acontecendo e como driblar essas situações. Várias mães chegam a se culpar pelo que está acontecendo, quando na verdade trata-se de algo completamente natural. Seu pequeno está passando por um turbilhão de aprendizados e o mundo começa a parecer cada vez mais interessante e desafiador. É esperado que seu padrão de sono mude nesse período.

Então, a dica mais importante é: procure ficar calma. Eu sei que essa mudança no sono do bebê impacta diretamente na sua qualidade de vida, mas não se culpe. É perfeitamente normal e com essas dicas, você vai conseguir reverter essa situação.

Para acompanhar essa e outras dicas, siga-me no Instagram @gibelarmino_

De mãe em mãe, construiremos um novo maternar!

Deixe um comentário

Fechar Menu