You are currently viewing Mudança de estilo após a maternidade: 8 dicas para ter um armário prático<span class="wtr-time-wrap after-title">Tempo estimado de leitura: <span class="wtr-time-number">6</span> minutos</span>

Mudança de estilo após a maternidade: 8 dicas para ter um armário práticoTempo estimado de leitura: 6 minutos

A maternidade é um evento transformador na vida de qualquer mulher, e uma das mudanças que sempre acontece e pouca gente fala é na mudança de estilo após a maternidade. 

Arrisco dizer que é impossível não repensar seu estilo e suas roupas depois de ter filho. Na camada mais superficial, porque nosso corpo muda (mesmo que a gente volte ao peso de antes da gravidez!), porque nossa vida muda (ninguém antes precisava amamentar ou sentar na areia do parquinho, né?) e porque nossa rotina também muda (licença maternidade, maternidade e carreira ou sair do trabalho para cuidar do filho em tempo integral…). 

Além disso, a gente também muda de um jeito mais profundo: quem a gente é, o que a gente acredita, qual mundo queremos viver, quem passamos a ser depois da maternidade. Por causa de tudo isso, é muito natural que a gente reavalie nossas roupas e nosso estilo.

mudança de estilo após maternidade
Imagem: Canva

Não importa qual maternar é o seu, qual parto você teve, se você amamentou ou não, se deu chupeta ou não, se fez introdução alimentar tradicional ou BLW… todo mundo é mãe, todo mundo mudou muito e todo mundo precisou repensar as roupas. Quando falamos sobre maternidade e estilo é preciso entender que todo mundo quer se sentir confortável sem se sentir mal vestida, todo mundo precisa de mobilidade mas também quer continuar tendo sua própria personalidade. 

E isso é super possível. Acredito que essa mudança de estilo após a maternidade não é clara de primeira. Logo depois do parto, você não volta a caber imediatamente nas roupas que usava antes de engravidar, mas as roupas de grávida também não vestem tão bem. E o primeiro estranhamento com o binômio maternidade e estilo começa aí. 

Mas depois ele aprofunda e mesmo quando você volta a caber naquele jeans que você amava, vem a sensação de que ele não te representa mais. E o que fazer com isso? Como lidar? Jogar tudo fora e comprar tudo novo? 

Além de inviável financeiramente pra maioria das pessoas, é um pesadelo ecológico porque roupa também acumula no lixo

Para lidar com essa mudança de estilo após a maternidade é preciso encarar uma dose de autoconhecimento, entender o que exatamente está te incomodando e o que você quer mudar. E aí vai fazendo isso aos poucos, testando o que funciona, descartando o que não te representa mais e trazendo o que faz sentido agora. 

Parece meio poético, eu sei haha, mas é o processo. Mas, claro, não seria eu se não trouxesse algumas dicas práticas para passar por isso! Então, confira agora 8 dicas práticas para lidar com a mudança de estilo após a maternidade!

Dicas práticas para lidar com a mudança de estilo após a maternidade

mudança de estilo após a maternidade
Imagem: Canva

1- Tire da visão tudo aquilo que não serve

Não apenas em tamanho, mas também aquelas peças que há tempos não são escolhidas na hora de compor o look do dia. É muito importante que, no momento de se vestir, tudo que esteja à vista no seu armário sejam possibilidades. 

Aquele jeans que não serve mais ou aquele vestido estampadíssimo que você não usa há 3 anos só ocupam espaço e te impedem de ver o que realmente importa ali dentro.

2- Observe a manutenção das peças de roupa

Por exemplo, com criança pequena fica difícil manter a roupa passada. Por isso, talvez peças de linho ou 100% seda (que amassam muito fácil) podem não ser a escolha mais adequada. 

Outro exemplo são peças estruturadas ou com muitos detalhes e que devem ser lavadas a seco. Lavar a seco requer uma logística (sem falar no preço!) que nem sempre temos tempo para fazer. Se há grande chance de se sujar com os filhos e a roupa precisa ser lavada com frequência, talvez adquiri-la nesse momento não seja uma boa ideia.

3- Invista em peças de tecidos e modelagens diferentes. Ter itens especiais no seu guarda-roupa é essencial, já que eles sozinhos já resolvem a vida;

5- Coloque um ponto de atenção perto do seu rosto, como um brinco ou um colar. No caso de um sapato colorido, por exemplo, ninguém o verá se vocês estiver sentada;

6- O melhor acessório é seu cabelo e sua maquiagem, por isso pense neles com carinho.

7- Entenda porque algo lhe agrada

Tente perceber no seu guarda-roupa quais são as peças que você mais gosta, que mais têm prazer em usar e que se sente bem com elas. 

Depois de identificar essas peças, procure o que elas tem em comum: tecidos, as cores e as modelagens. Este ponto em comum entre as peças é a chave para achar seu estilo

Por exemplo: um vestido marca a linha da cintura e isso te faz sentir mais bonita e feminina – então pegue um cinto e marque a cintura nas outras combinações também.

8- O mesmo, só que ao contrário: entenda o que não lhe agrada mais. 

Aquelas peças que você tirou do seu armário porque não usa mais (não as que não servem, as que você deixou de usar há anos), e entenda o que nelas não te agrada, mesma coisa do exercício anterior: procure semelhança nos tecidos, cores, estampas e modelagens. 

Por exemplo: uma blusa que você adorava, mas é só levantar os braços para pegar seu filho e a barriga aparece e isso te incomoda. Isso mostra que talvez você esteja preferindo as peças mais alongadas. Por isso, elimine as curtas ou então busque solucionar com uma regata por baixo, por exemplo, ou um body.

Mudar é bom e faz bem! Com o tempo você vai se encontrar no seu novo estilo e, enquanto isso, espero que essas dicas sobre maternidade e estilo tenham te ajudem a passar por esse momento sem aflições!

De mãe em mãe, construiremos um novo maternar!

Deixe um comentário

Fechar Menu