You are currently viewing Hora da bruxa: o que é e como lidar?<span class="wtr-time-wrap after-title">Tempo estimado de leitura: <span class="wtr-time-number">5</span> minutos</span>

Hora da bruxa: o que é e como lidar?Tempo estimado de leitura: 5 minutos

É comum que bebês novinhos chorem bastante, afinal, essa é a única maneira que eles têm de se comunicar. No entanto, existe um período específico no qual o bebê começa a chorar sem parar. Geralmente esse momento acontece no final do dia, entre 16 e 20h, conhecido aqui no brasil como hora da bruxa (arsenic hour, em inglês).

Apesar do nome um pouco diferente, a hora da bruxa se trata, entre outros fatores relacionados ao organismo de cada indivíduo, do acúmulo de irritação no final do dia, quando o bebê chora sem parar – e sem motivo aparente – para extravasar e aliviar o estresse e o cansaço do dia todo. Neste momento, é normal que os adultos se sintam inseguros e sem saber o que fazer. Será cólica? Fome? Pode ser que algum dia ou outro, o bebê realmente esteja com algum desconforto ou dor, mas é importante também saber diferenciar os motivos do choro do seu pequeno. O choro da hora da bruxa, por exemplo, é um choro inconsolável, cansado e contínuo, que não cessa tão facilmente.

Por que a hora da bruxa acontece? 

O bebê, nesse horário, passa por um acúmulo de cansaço e, ainda, em muitos casos, tem que lidar com as cólicas. Tem uma outra coisinha que complica ainda mais as coisas nessa hora. A hora da bruxa acontece, justamente, no horário em que a mãe está mais exausta. Por mãe e bebê estarem tão intimamente ligados, o cansaço da mãe pode ser absorvido pelo bebê tornando este momento ainda mais crítico. A solução para isso, na maioria das vezes, é o acolhimento, a calma, o aconchego e a segurança. Mas algumas outras dicas também podem ajudar mamães e papais a passar por este momento. Confira:

1. Colo

Em muitos casos, o contato pele com pele já ajuda a acalmar o bebê. Por isso, abrace, acolha e aconchegue o seu pequeno junto de você. Ele precisa de você para se sentir seguro. Além disso, se seu bebê ficar bem com o charutinho, essa limitação de espaço pode ajudá-lo a se sentir mais seguro. 

2. Soneca

Se você conseguiu estruturar uma rotina com seu bebê, tente encaixar uma soneca próximo a esse horário, antes da fase crítica começar. Se o bebê já estiver chorando e agitado, não adianta tentar colocá-lo para dormir, mas vale a pena fazer isso algum tempo antes. 

3. Amamentação

Se você amamenta seu bebê, você pode dar de mamar nesse horário. O leite materno e o contato com o corpo da mãe confortarão o bebê e ajudará para que ele relaxe, descanse e se acalme. Mas, como no caso da soneca, o ideal é amamentar antes de o bebê ficar muito agitado, caso contrário ele pode estar tão cansado e agitado que vai acabar recusando. 

4. Ambiente calmo

Busque sempre um ambiente mais calmo nesse horário. Evite aparelhos eletrônicos, sons altos, visitas e luzes fortes. Lembre-se de que um recém-nascido fica superestimulado muito facilmente e se ele já está cansado e irritado, esse estímulo pode piorar a situação. 

Nesse sentido, utilizar sons que ajudam o bebê a relaxar e dormir são muito bem vindos nessa hora.

5. Não o deixe chorando

Não deixe seu bebê chorando ou esperando para ser atendido. Nesse momento ele precisa de acalento e deixá-lo chorando pode deixar o choro mais intenso e mais difícil de resolver. 

6. Aceite ajuda

Nessa hora é possível que você também esteja cansada e uma ajuda de outra pessoa pode ser muito bem-vinda. Isso porque, se o seu cansaço virar irritação, o bebê poderá ficar ainda mais irritado. 

Se for possível dentro da sua rotina, tente descansar antes desse horário para estar mais tranquila durante esse momento para acalmar a criança. Pode fazer diferença nesse momento para vocês dois. 

7. Banho

Comece o banho antes do bebê entrar na fase da irritação. Se você tentar dar o banho quando ele já estiver exausto e irritado, isso só irá piorar as coisas. Se você sabe que a hora da bruxa começa 18h, dê o banho 17h30, por exemplo. 

8. Sonecas durante o dia

Já falei aqui algumas vezes sobre a importância de ter uma rotina estruturada para ajudar a entender as necessidades do bebê. Mesmo quando ele não aparenta sinais de sono, é importante que ele faça as sonecas durante o dia (clique aqui para ler o post da janela de sono do bebê e entender melhor sobre a importância das sonecas). 


Mais importante: lembre-se sempre que isso não é sua culpa, você não está fazendo nada de errado e é possível que seu filho não esteja com nenhuma dor ou desconforto. É normal os bebês se sentirem assim nessa hora e internalizar isso vai te ajudar a ficar mais calma, o que ajuda o bebê a acalmar-se também.

VEJA MAIS

Agora você já sabe que a hora da bruxa existe e como lidar com esse momento para que seja menos cansativo. 

Veja mais algumas dicas no meu Instagram @gibelarmino

De mãe em mãe, construiremos um novo maternar! 

Deixe um comentário

Fechar Menu