You are currently viewing Como evitar acidentes domésticos com bebês e crianças?<span class="wtr-time-wrap after-title">Tempo estimado de leitura: <span class="wtr-time-number">5</span> minutos</span>

Como evitar acidentes domésticos com bebês e crianças?Tempo estimado de leitura: 5 minutos

Quem aí, quando virou mãe, começou a enxergar a casa inteira como um risco e vive tentando evitar acidentes domésticos com bebês e crianças! Quando o Gu nasceu eu saí colocando cantoneiras e protetores em toda a casa. Com o Muri eu tentei também, mas não adiantou muito porque ele tirava tudo, para o meu desespero!

Mas, para além do risco normal de uma casa para um bebê e criança pequenos, nesse período de isolamento social que estamos vivendo por conta da pandemia de COVID-19 a situação fica um pouco pior, porque as crianças tendem a ficar mais agitadas por passar longos períodos fechados. Isso somado aos pais que estão trabalhando de casa e mais sobrecarregados com trabalho, escola online, tarefas domésticas, o risco de acidentes domésticos aumenta também.

É importante entendermos as diferentes etapas de desenvolvimento para, assim, adotar as medidas de proteção antes que o trauma ocorra. Para crianças menores, as estratégias de proteção podem ser passivas, ou seja, utilizando componentes de segurança instalados em locais de risco, como os portões para impedir acesso às escadas.

Até o quarto mês de vida, o bebê é totalmente dependente do adulto e, no geral, os acidentes estão associados a algum descuido ou distração do responsável. Já para as crianças maiores e adolescentes, são necessárias também as medidas ativas, como a utilização de equipamentos de segurança adequados ao andar de bicicleta e skate, por exemplo.

A Sociedade Brasileira de Pediatria fez um manual de orientação para auxiliar pais e responsáveis a identificar potenciais sinais de risco que cercam crianças e adolescentes no ambiente doméstico. Essas orientações são fundamentais para evitar que o pior aconteça com os pequenos. Trouxe aqui algumas importantes para que fiquemos ainda mais atentos durante o período de isolamento:

Como evitar acidentes domésticos com bebês e crianças

Queimaduras

Nunca cozinhe com o bebê no colo. A cozinha é o lugar de maior risco para queimaduras e outros acidentes domésticos. Por isso, quando estiver com seu filho na cozinha, é prudente sempre utilizar as bocas de trás do fogão. Se for incluir a criança maior na cozinha, como para preparar um bolo, por exemplo, peça que ela te ajude nas etapas que não envolvam o fogão. Quando for utilizar o forno, é ideal que as crianças não estejam na cozinha, principalmente se forem menores e não entenderem que o forno quente pode queimar.

Além disso, é importante ter cuidado redobrado com o uso de álcool em gel. Nunca manipule substâncias inflamáveis com o bebê no colo ou por perto.

Traumas por impacto

Os móbiles devem estar bem fixados no berço ou carrinho, ser feitos de material leve e não soltarem peças, para não cair sobre a criança. Evite que o bebê tenha contato com brinquedos ou objetos pesados.

Afogamentos

Nunca deixe seu bebê sozinho na banheira, nem “rapidinho” para buscar algo que esqueceu. O ideal é certificar-se de que você tem tudo o que precisa para a hora do banho antes de começar, porque uma pequena porção de água, de 2,5 cm de altura, é suficiente para causar afogamentos. Além disso, eu também recomendo deixar o banheiro sempre fechado com tranca para evitar que o bebê ou criança brinquem com o vaso sanitário.

Nunca deixe a criança sozinha perto ou dentro de piscinas, praias e outros lugares com água reservada.

Quedas

Nunca deixe o bebê sob os cuidados de outra criança. Caso o irmãozinho queira pegar o bebê no colo, ensine para que isso aconteça apenas com um adulto segurando também. Sempre que a criança estiver no “bebê conforto” ou cadeirinha, ela deve estar com o cinto de segurança. Nunca deixe o bebê sozinho no trocador ou em locais altos, como na cama. Cuidado com as camas tipo beliche, segundo a Sociedade de Pediatria, elas não oferecem segurança em nenhuma idade.

Sufocamento

Nunca use correntes ou cordões no pescoço do bebê. Se usar chupeta, os prendedores à roupa do bebê são os mais adequados. No carrinho ou berço, use cobertas proporcionais ao tamanho do bebê. Nunca use mantas de tecidos pesados ou maiores que o tamanho do berço. Teste os brinquedos e verifique que não soltem peças pequenas, pois o bebê poderá aspirar e sufocar.

Morte súbita do lactente: como prevenir?

Choques elétricos

Todas as tomadas elétricas da casa devem estar protegidas. Não deixem fios elétricos e extensões ao alcance. Colocar um fio ligado a uma tomada na boca, como a criança faz com tudo que encontra, implica em risco de morte.

Como evitar acidentes domésticos com bebês e crianças de todas as idades

Cuidado com os jogos e desafios da internet. Muitos apresentados como jogos, acabam por ser desafios produzidos com intuito perverso, com riscos gravíssimos de danos físicos e até mesmo de morte.

Cuidado com animais, mesmo considerados domésticos.

Não deixe produtos de limpeza, tóxicos, cáusticos ou ainda qualquer medicação ao alcance das crianças.


Esse é um assunto sério e muito importante. Algumas coisas que parecem bobas para nós são suficientes para, em alguns segundos, causarem um dano seríssimo para nossos filhos. Com o isolamento muitas famílias estão sobrecarregadas e às vezes algumas coisas pequenas podem passar despercebidas, espero que esse post traga luz a esses pontos e ajude a entender como evitar acidentes domésticos com bebês e crianças.

De mãe em mãe, construiremos um novo maternar!

Referência sobre como evitar acidentes domésticos com bebês e crianças

Sociedade Brasileira de Pediatria. Departamento Científico de Segurança. Os acidentes são evitáveis e na maioria das vezes, o perigo está dentro de casa! Abril 2020. Disponível em: https://www.sbp.com.br/fileadmin/user_upload/_22337c-ManOrient_-_Os_Acidentes_Sao_Evitaveis__1_.pdf

Ministério da Mulher, da família e dos direitos humanos. Prevenção aos acidentes domésticos e guia rápido de primeiros socorros. Disponível em: https://www.gov.br/mdh/pt-br/assuntos/noticias/2020-2/abril/ministerio-publica-guia-de-prevencao-a-acidentes-domesticos-e-primeiros-socorros/SNDCA_PREVENCAO_ACIDENTES_A402.pdf.

Deixe um comentário

Fechar Menu