You are currently viewing 6 dicas para diminuir a dor do nascimento dos dentes do bebê<span class="wtr-time-wrap after-title">Tempo estimado de leitura: <span class="wtr-time-number">3</span> minutos</span>

6 dicas para diminuir a dor do nascimento dos dentes do bebêTempo estimado de leitura: 3 minutos

O nascimento dos dentes do bebê costuma vir acompanhado de alguns sintomas que podem ser bem incômodos para o seu filho: febre, dor e irritação com o dente rompendo a gengiva são os mais comuns. Os primeiros dentes começam a surgir quando o bebê tem por volta dos seis meses de vida, mas isso varia de bebê para bebê. Tentando ajudar a aliviar a dor do nascimento dos dentes no bebê, alguns pais tentam amenizá-la colocando anestésicos orais na chupeta ou nas gengivas. Isso é extremamente perigoso, já que a quantidade de medicamento usada não está sendo medida. 

Para te ajudar, hoje trago 6 dicas que você pode experimentar com segurança para ajudar a diminuir a dor do nascimento dos dentes do bebê:

Dicas para diminuir a dor do nascimento dos dentes do bebê

1- Massagem nas gengivas

Se as gengivas do seu bebê estiverem inchadas ou sensíveis, aplique pressão com os dedos ou uma dedeira de silicone, massageando-as para aliviar a dor. Lembre-se de lavar as mãos primeiro! Você pode também mergulhar uma gaze em chá de camomila gelado e massagear as gengivas com essa gaze. 

2- Alimentos duros

Se seu bebê já está na fase da introdução alimentar, você pode oferecer alguns alimentos mais rígidos em cortes seguros para o bebê coçar a gengiva, como cenoura em palitos ou maçã. Deixar esses alimentos na geladeira antes de oferecer ao bebê também pode ser uma boa ideia. 

3- Brinquedo de morder de pelúcia

Tenha um brinquedo de pelúcia macio feito de materiais seguros.

4- Mordedor gelado

Coloque um mordedor simples ou resfriável na geladeira por 15 a 20 minutos – depois, entregue-o ao seu bebê. Isso irá proporcionar uma enorme sensação calmante! Certifique-se de escolher um mordedor que seja fácil de segurar e livre de BPA e PVC.

5- Mordedor vibratório

Este item ajuda de duas maneiras – acalma a dor e estimula as gengivas. Escolha um que seja multitexturizado e cheio de água (dessa forma, você poderá colocá-lo na geladeira antes de dá-lo ao seu bebê).

6- Picolé de leite materno 

Se você amamenta, pode extrair leite, colocar em forminhas de picolé e oferecer ao bebê. O geladinho vai anestesiar a região da gengiva e diminuir a dor. 


É importante lembrar que, depois do nascimento dos dentes do bebê, a higiene oral do seu bebê deve ser realizada da mesma maneira que a dos outros membros da família, isto é, como a primeira tarefa da manhã e a última tarefa da noite, e se possível, depois das refeições. Além disso, quando nasce o primeiro dentinho de leite. Nessa primeira consulta os pais receberão orientações quanto à alimentação do bebê, a forma mais correta para escovar os dentes do bebê, o tipo de escova ideal e a pasta de dentes que deve ser utilizada.

Depois da primeira consulta, o bebê deve visitar um odontopediatra de seis em seis meses, para acompanhar o aparecimento dos dentes e prevenir cáries. Nos posts abaixo dou mais detalhes sobre visitas ao dentista e como fazer a correta higiene dos dentes:

Nascimento dos dentes: quando levar o seu bebê no dentista pela primeira vez

Como fazer higiene bucal do bebê e da criança?

Espero que estas dicas a ajudem durante a fase de dentição do seu bebê! Se tiver outras dicas que você tenha usado e que tenham funcionado, deixa aqui nos comentários para que possamos ampliar a discussão!

De mãe em mãe, construiremos um novo maternar!

Referências

Sociedade Brasileira de Pediatria. Guia de saúde oral materno-infantil. Disponível em: https://www.sbp.com.br/fileadmin/user_upload/Guia-de-Saude_Oral-Materno-Infantil.pdf.

Massignan C, Cardoso M, Porporatti AL, et al. Signs and Symptoms of Primary Tooth Eruption: A Meta-analysisPediatrics. 2016;137(3):e20153501. doi:10.1542/peds.2015-3501

Memarpour M, Soltanimehr E, Eskandarian T. Signs and symptoms associated with primary tooth eruption: a clinical trial of nonpharmacological remedies. BMC Oral Health. 2015;15:88. Published 2015 Jul 28. doi:10.1186/s12903-015-0070-2

Deixe um comentário

Fechar Menu