You are currently viewing 5 dicas para organização de brinquedos<span class="wtr-time-wrap after-title">Tempo estimado de leitura: <span class="wtr-time-number">3</span> minutos</span>

5 dicas para organização de brinquedosTempo estimado de leitura: 3 minutos

Na minha infância tive pouco acesso a brinquedos, mas apesar disso quando tive filhos nunca fui exagerada na aquisição de brinquedos para eles. Sempre dei preferência para os mais inteligentes no sentido de uso mais criativo e por mais tempo e, claro, para organização de brinquedos.

Mesmo sendo minimalistas em casa com relação à compra de brinquedos e de sempre estimular a consciência deles quanto ao valor das coisas, quem tem filho sabe que em aniversários, Natal, dia das crianças, as crianças acabam ganhando muitos presentes da família e amigos e os brinquedos vão se acumulando.

Organização de brinquedos

Para incentivar os meninos a dar mais valor para cada um dos brinquedos e organizar esse grande volume, adotei algumas estratégias em casa que não dispensam muito investimento, e hoje vou compartilhar com vocês quais são.

  1. Rodízio de brinquedos

O rodízio de brinquedos faz parte da abordagem Montessoriana e orienta que você guarde uma parte dos brinquedos e deixe outros expostos e de tempos em tempos faça a troca desses brinquedos. A criança vai sempre achar que tem um brinquedo novo, terá mais foco para brincar e você manterá a casa mais organizada, porque tem menos brinquedos expostos. Não tem regra para o dia de revezamento, nem quantidade de brinquedos que deixará disponível, você pode avaliar o que mais funciona para sua família.

2. Limpeza nos brinquedos

De tempos em tempos separe os brinquedos que você percebeu que seu filho não brinca mais para doação e também descarte aqueles que não funcionam mais ou estão quebrados (se não estiverem em bom estado para doação).

Você pode fazer essa limpeza quando fizer o rodízio: guarde só o que vai utilizar e já destine o que não vai ficar para doação ou descarte.

3. Local para brinquedos disponíveis

Escolha um local ou locais fixos onde deixará os brinquedos que estão em uso. Aqui em casa eu tenho um baú no quintal, uma gaveta pequena na sala. Com os locais definidos a criança sabe onde encontrar os brinquedos sem precisar de ajuda e também fica mais fácil para você orientá-los sobre a rotina de guardar os brinquedos.

4. Guarde os brinquedos por categoria

Com o uso de caixas organizadoras, direcione uma caixa específica para cada tipo de brinquedo. Por exemplo: uma caixa para robôs, uma para dinossauros, uma para Legos e brinquedos de montar e assim por diante.

Claro que no dia a dia pode acontecer dos brinquedos se misturarem, então de tempos em tempos você pode rever e reorganizar essas caixas.

5. Brinquedo que entra, brinquedo que sai

Aqui criamos essa regra para novas aquisições de brinquedo, antes dos aniversários e do Natal: sempre que um brinquedo novo chega, algum precisa sair. Então nessas épocas incentivamos as crianças a escolherem conosco quais são os brinquedos que eles querem doar.


Como mencionei no início, não tive brinquedos na infância, então prezo para que os meninos deem muito valor a cada brinquedo que eles tem. Todo esse cuidado, além de ajudar na organização de brinquedos, também estimula esse valor da gratidão.

Confira o vídeo que preparei com dicas para organização da casa e produtividade no home office.

Espero que o  conteúdo tenha ajudado vocês.

De mãe em mãe, construiremos um novo maternar!

Deixe um comentário

Fechar Menu