Ícone do site De Mãe em Mãe

Odor nas axilas infantil é normal?

mau odor axilar infantil

Odor nas axilas infantil é uma situação inesperada e que pode preocupar os pais. Sabia como lidar com essa situação e quando procurar o médico

A mãe que nunca deu uma fungada no seu bebê e decidiu que aquele é o melhor cheirinho da sua vida, que atire a primeira pedra! Tem cheiro mais gostoso que o dos nossos filhos? Além da memória olfativa do vínculo, esse cheiro até o poder de nos dar uma energia extra no dia a dia, não é?

Eis que seu filho não é mais um bebê, mas ainda não está na puberdade e, depois de brincar incansavelmente por horas, correndo, pulando ou andando de bicicleta, voltou ensopado de suor devido à transpiração e com algo que você não estava esperando: odor axilar, aquele mau cheiro embaixo dos braços!

Essa era uma preocupação que você estava guardando para a puberdade, mas quando acontece nas crianças menores, esse odor característico preocupa alguns pais: será que se trata da puberdade precoce? Será que é normal criança desenvolver mau cheiro na axila? 

Confira a seguir! 

Suor não tem cheiro!

Imagem: Canva

Antes de tudo, preciso esclarecer que o suor em si não tem cheiro. É quando o suor se mistura com as bactérias da pele que tornam o cheiro embaixo do braço desagradável. 

As axilas, zonas úmidas e quentes, são locais bastante acolhedores para as bactérias que se desenvolvem particularmente bem neste tipo de ambiente. No entanto, não se espera que o odor axilar apareça antes da puberdade.

É durante as transformações da adolescência, que as glândulas que produzem o suor, presentes em regiões como axilas e virilha, passam a produzir um suor mais gorduroso, que ao entrar em contato com as bactérias da pele é quebrado em substâncias que apresentam esse odor forte. 

Odor nas axilas infantil e puberdade precoce

Por volta dos 7 anos, as glândulas adrenais, que ficam acima dos rins, iniciam uma pequena produção de hormônios relacionados ao amadurecimento sexual. Essa ocorrência é chamada de adrenarca e na maioria das crianças, isto não provoca nenhum tipo de manifestação clínica. 

Na idade correta (8 anos nas meninas e 9 anos nos meninos), esses hormônios é que são responsáveis  pelo aumento da oleosidade da pele (com ocorrência de acne, cravos) e aparecimento de pelos pubianos e axilares e pelo odor axilar. 

Quando isso ocorre antes do tempo, considera-se uma “adrenarca precoce” e geralmente é benigna, podendo ser uma variante do esperado, mas pode estar relacionado com doenças potencialmente sérias. 

Por isso, se você perceber que seu filho está apresentando sinais de que está iniciando a puberdade antes da idade esperada, é importante buscar um endocrinologista para avaliar a causa e encaminhar para tratamento se for necessário. 

Mas o odor nas axilas infantil é sempre um sinal de puberdade?

Não! Pode ficar tranquila. Se você não percebeu outros sinais de puberdade precoce além do odor axilar, você pode investigar uma das causas abaixo antes de buscar um médico. 

Além da puberdade, existem outras causas de odor axilar nas crianças:

E o que fazer para amenizar o cheiro ruim nas axilas?

Lembra que eu falei que o mau cheiro não é causado necessariamente pelo suor, e sim pelas bactérias? Então, sem julgamentos aqui: pode ser apenas que, na pressa, não esteja sendo feita a limpeza necessária das axilas. Ou, ainda, que a criança tome banho sozinha e não lave as axilas apropriadamente. 

7 marcas de sabonete líquido

Além dessa atenção especial no banho, reveja a rotina de higienização das roupas e evite reutilizar camisetas, mesmo que não pareçam sujas. A fibra da roupa absorve o suor e pode ser contaminada por bactérias quando estiver fora do corpo da criança. Quando a criança vestir essa roupa novamente e suar, o mau cheiro aparecerá 

Opte por roupas, principalmente camisetas, de tecidos leves e de fibras naturais, como algodão, que absorvem melhor o suor do que as fibras sintéticas, fazendo com que se evapore mais rapidamente. Usar um detergente de roupa com ação antibacteriana e lavar a roupa com água quente para matar as bactérias que existem nos tecidos também é uma ótima opção!

O último tópico é a alimentação. Se os três anteriores não funcionarem, tente tirar da alimentação da criança alimentos como alho, cebola e especiarias com odor forte e avalie se há mudança!

E o uso de desodorantes em crianças, é permitido?

Imagem: Canva

O uso de desodorante também é uma opção para aliviar o mau cheiro e está permitido a partir dos 8 anos. A partir dos 12 anos,  o uso de antitranspirantes, que contêm agentes que bloqueiam a transpiração, é liberado pela Anvisa. 

Na hora de escolher um desodorante ou antitranspirante, evite o uso daqueles com alumínio e álcool. Se preferir, existem opções mais naturais, como leite de magnésia ou desodorantes naturais à base de pedra hume. 

E quando é hora de procurar um médico por conta do odor nas axilas infantil?

O odor axilar precoce na infância pode ser um sinal de alterações hormonais, por isso merece atenção. Como comentei, se mesmo com os cuidados de higiene em dia, o mau cheiro persistir, procure um especialista para uma avaliação.

3 dicas para te ajudar a escolher o pediatra do bebê

Espero que esse post tenha te ajudado! Ficou alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários que te responderei com todo carinho!

De mãe em mãe, construiremos um novo maternar!

Referências

Rosenfield RL. Normal and Premature Adrenarche. Endocr Rev. 2021 Nov 16;42(6):783-814. doi: 10.1210/endrev/bnab009. PMID: 33788946; PMCID: PMC8599200.

Sociedade Brasileira de Pediatria. Departamento Científico de Endocrinologia. Adrenarca Precoce. Disponível em: https://www.sbp.com.br/especiais/pediatria-para-familias/desenvolvimento/adrenarca-precoce/. Acesso em: maio/2022.

Sociedade Brasileira de Pediatria. Departamento Científico de Endocrinologia. Puberdade Precoce. Disponível em: https://www.sbp.com.br/especiais/pediatria-para-familias/desenvolvimento/puberdade-precoce/. Acesso em: maio/2022.

Sociedade Brasileira de Pediatria. Departamento Científico de Endocrinologia. Odor axilar. Disponível em: https://www.sbp.com.br/especiais/pediatria-para-familias/cuidados-com-a-saude/odor-axilar/. Acesso em: maio/2022.

Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA. RESOLUÇÃO DA DIRETORIA COLEGIADA – RDC Nº 15, DE 24 DE ABRIL DE 2015. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/anvisa/2015/rdc0015_24_04_2015.pdf. Acesso em: maio de 2022. 

Sair da versão mobile